RADIA????O DE FORNOS OU ONDAS DE?? MICROONDAS

xxxxxxxxxxxxxxx
Recursos para??a liberdade??da sa??de

As provas dos Perigos dos Microondas

xxxxxxxxxxxxxxxx
Milh??es de pessoas est??o na ignor??ncia, sacrificando sua sa??de em troca da conveni??ncia dos fornos a microondas.

Por que a Uni??o Sovi??tica proibiu o uso dos fornos microondas em 1976? Quem inventou os fornos a microondas e por que? As respostas para estas perguntas podem induzir-lhes a jogar no lixo o seu forno.

Mais de 90% dos lares americanos e europeus usam fornos microondas?? para preparar refei????es, pois, estes s??o muito convenientes e eficazes para economizar tempo e energia, se comparados aos fornos convencionais e em muito poucas casas ou restaurantes eles n??o s??o presentes.

Em geral, as pessoas acreditam que o forno microondas n??o traz efeitos negativos nem nos alimentos nele cozidos nem ??s pessoas que o utilizam.

Naturalmente, se os fornos microondas fossem realmente nocivos, nossos governantes n??o permitiriam que fossem vendidos, ou permitiriam?

Apesar do que ???oficialmente??? foi divulgado sobre os fornos microondas, pouco estudo cient??fico foi realizado no mundo. Pela ilus??ria ???vantagem??? de tempo em um mundo cada vez mais r??pido, n??s deixamos de usar os nossos tradicionais fog??es a g??s para entrarmos definitivamente na era do microondas, onde os resultados s??o?? catastr??ficos.

A finalidade deste relat??rio ?? mostrar provas e evid??ncias de que o cozimento em microondas n??o ?? natural, nem saud??vel e ?? muito mais perigoso para o corpo humano que se pode imaginar. Entretanto, os fabricantes de fornos microondas, os pol??ticos de Washington, e a simples natureza humana est??o suprimindo os fatos e evid??ncias. Por isso, as pessoas continuam a usar as microondas para cozinhar seus alimentos – em total ignor??ncia – sem conhecer os efeitos e o perigo desta pr??tica.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Como funcionam os fornos a microondas?

As microondas s??o uma forma de energia eletromagn??tica, como ondas de luz ou ondas de r??dio e ocupam uma parte do espectro da for??a eletromagn??tica. Microondas s??o ondas muito curtas da energia eletromagn??tica que viaja ?? velocidade da luz (186,282 milhas/seg).

radia????o2 radiacao2

ONDAS DE ESPECTRO ELETROMAGN??TICAS

Espectro Eletromagn??tico

?? um intervalo inteiro dos tipos diferente de radia????o eletromagn??tica , ou ondas eletromagn??ticas.
O espectro eletromagn??tico abrange um amplo intervalo de comprimentos de onda e frequ??ncia , indo desde muito longas e conseq??entemente de baixas frequ??ncias ondas r??dio passando pelas ondas infravermelho e ondas de luz vis??vel at?? chegar a frequ??ncias muito altas ( oque corresponde a comprimentos de ondas curtas ou, simplesmente, ondas curtas) dos raios gama e raios x.

Os comprimentos de onda no intervalo de luz vis??veis t??m uma cor espec??fica associada com cada um deles quando eles passam atrav??s de um prisma. As frequ??ncias mais baixas, comprimentos de ondasmais longos produzem a cor vermelha enquanto que as frequ??ncias mais altas, comprimentos de ondas mais curtas, produzem a cor violeta. Aqueles cumprimentos de onda que caem em algum lugar entre estes dois pontos produzem as cores laranja, amarelo, verde, azul que tamb??m s??o encontradas na regi??o do vis??vel dos aspectos eletromagn??ticos.

radiacao1

Na nossa atual idade tecnol??gica, as microondas s??o usadas para coligar longas dist??ncias como sinais telef??nicos, programas televisivos e informa????es computadorizadas em todo o mundo ou em sat??lites no espa??o. Mas, a microonda mais familiar para n??s ?? a fonte de energia utilizada para cozinhar alimentos.

Cada forno a microondas possui um magn??ton, um tubo em que os el??trons s??o afetados pelo campo eletro magn??tico de tal maneira para que produza uma radia????o com um micro comprimento de ondas, cerca 2.450 Mega Hertz (MHz) ou 2,45 Giga Hertz (GHz).

A microonda interage com as mol??culas dos alimentos. Cada onda de energia muda a sua polaridade de positiva para negativa em cada ciclo da onda. Em microondas, estas mudan??as de polaridade acontecem milh??es de vezes a cada segundo. As mol??culas dos alimentos – especialmente as mol??culas da ??gua – possuem extremidades positivas e negativas como um ??man que possui os p??los Norte e Sul.

Em modelos comerciais, o forno tem uma entrada de energia de aproximadamente 1000 watts de corrente alternada. Enquanto estas microondas geradas pelo magn??ton bombardeiam o alimento, elas fazem girar todas mol??culas do alimento na mesma freq????ncia, milh??es de vezes por segundo. Toda esta agita????o de part??culas moleculares cria uma fric????o molecular, a qual aquece os alimentos. Tal fric????o tamb??m causa um elevado dano ??s mol??culas por uma se atritar ?? outra, freq??entemente rasgando-as em partes ou deformando-as completamente. O nome cient??fico para esta deforma????o ?? ???isomerismo estrutural???.

Pela compara????o, as microondas do sol s??o baseadas nos princ??pios da pulsa????o da corrente cont??nua (DC) que n??o gera calor friccional; os fornos a microondas usam a corrente alternada (AC) gerando calor friccional. Um forno a microondas produz uma onda de energia pontiaguda com toda a pot??ncia que entra em somente uma estreita freq????ncia do espectro de energia.

Muitos termos s??o usados para descrever ondas eletromagn??ticas, tais como: comprimento de onda, amplitude, ciclo e freq????ncia.

O comprimento de onda determina o tipo de radia????o, isto ??, r??dio, raios gama, raios X, ultravioleta, vis??vel, infravermelho e ondas desconhecidas.

A amplitude determina a extens??o do movimento medido do ponto de inicio. O ciclo determina a unidade de freq????ncia, tais como ciclos por segundo, Hertz, Hz, ou ciclos/seg.

A freq????ncia determina o n??mero de ocorr??ncias de um processo decorrente por unidade de tempo, isto ??, o n??mero de repeti????es dos ciclos por segundo.

Radia????o = propaga????o de energia com ondas eletromagn??ticas.

As radia????es, conforme defini????o das terminologias da f??sica, s??o ???as ondas eletromagn??ticas emitidas pelos ??tomos e mol??culas de uma subst??ncia radioativa como conseq????ncia da deteriora????o nuclear??? – a radia????o provoca a ioniza????o – que ocorre quando um ??tomo neutro ganha ou perde el??trons. Em poucas palavras, um forno a microondas deteriora e altera a estrutura molecular dos alimentos com o processo de radia????o.

Se os fabricantes tivessem, honestamente, dito a verdade e dado o nome a estes de ???fornos de radia????o???, seria duvidoso que tivessem alcan??ado alguma venda. Mas, ?? exatamente o que um forno a microondas o ??, ou seja um forno de radia????o!!

radiacao3

Os fabricantes, interessados somente em lucros e interesses misteriosos, talvez em parceria com grandes laborat??rios farmac??uticos, dizem que alimentos cozidos em fornos microondas n??o s??o irradiados (tratados com radia????o).

Na verdade n??o existe distin????o entre radia????o e microondas, os dois processos s??o pensados para usar ondas de energia, diferindo apenas em intensidade. Nem o FDA, nem estudos oficiais realizados pelos ??rg??os governamentais provaram que o uso freq??ente dos fornos a microondas ?? nocivo, mas, todos n??s sabemos que a validade dos estudos pode ser – e s??o muitas vezes propositalmente – limitados. Muitos destes estudos foram mais tarde provadamente considerados distorcidos ou omitidos.

Como consumidores, n??s temos que ter bom senso para usar e julgar.

Tomando como exemplo os ovos e como eles eram ???provadamente??? considerados nocivos para a nossa sa??de nos distantes anos 60 nos EUA, isto provocou a fabrica????o de produtos gordurosos altamente ricos em gorduras saturadas, para substitui-los, e deu grandes lucros aos seus fabricantes, enquanto os produtores de ovos foram ?? fal??ncia. Agora, depois de tudo, recentes estudos patrocinados pelos ??rg??os governamentais est??o afirmando que os ovos n??o s??o nocivos para a nossa sa??de. Ent??o, em quem devemos confiar e qual crit??rio devemos usar para decidir as quest??es referentes ?? nossa sa??de?

Desde quando foi publicado que as ondas dos fornos a microondas n??o se propagam no meio ambiente, quando adequadamente usado e com um design aprovado, a decis??o encontra-se em cada consumidor ?? respeito de escolher ou n??o comer alimentos aquecidos por um forno a microondas ou mesmo de compr??-lo na primeira loja que o encontre. Curioso ?? que apesar de toda esta seguran??a proposta, ?? terminantemente proibido a pessoas que usam marcapasso ficarem expostas at?? 5 metros pr??ximas de um forno microondas em funcionamento.

Os instintos maternos s??o corretos

Muitos de n??s viemos de uma gera????o onde as m??es e av??s n??o confiam no moderno sistema de cozimento ?????s avessas???, isto ??, de dentro para fora – que elas afirmam ???n??o ser apropriado??? para os alimentos. Algumas m??es recusam-se intuitivamente a assar coisas num microondas. Tamb??m n??o apreciam o gosto de alimentos em geral.

O bom senso e instintos maternos lhe disseram que n??o havia nenhuma forma de cozimento em microondas que poderia ser natural enquanto o?? gosto de alimentos s??o alterados.

Muitas pessoas tamb??m sentem, da mesma forma, a modifica????o de sabor e densidade dos alimentos, mas, s??o considerados como ???velhos fascinados pela modernidade???, onde?? uma pequena minoria datada antes da d??cada de 70, quando os aparelhos de microondas dominaram o mercado, preferiram ignorar o lado t??cnico de cozimento atrav??s do microondas. Como a venda deste aparelho se tornou cada vez?? mais banal, as pessoas acabaram aceitando-o sem maiores questionamentos, preferindo suprimir a velha companheira ???intui????o???.

Um ponto a mais para a percep????o materna, pois, mesmo ela n??o sabendo as raz??es t??cnico-cient??ficas, ou as raz??es para a sa??de, ela sabia que n??o seria bom cozinhar alimentos neles. Elas n??o gostavam do modo como as microondas mudavam suas texturas.

As microondas s??o perigosas para o leite dos beb??s

Grande n??mero de advert??ncias foi feito publicamente, mas, mal divulgados ou abafados. Por exemplo, as fam??lias jovens, o servi??o de extens??o da Universidade do Minessota, publicaram o seguinte estudo em 1989:

???Embora as microondas esquentem rapidamente os alimentos, elas n??o s??o recomendadas para esquentar o leite servido nas mamadeiras dos beb??s. A mamadeira pode parecer fria ao toque da m??o, mas o liquido em seu interior pode ser extremamente quente e queimar a boca e tamb??m a garganta do beb??. Al??m disso, o ac??mulo de vapor num recipiente fechado, como a mamadeira do beb??, poderia causar sua explos??o. O aquecimento da mamadeira num microondas pode provocar leves mudan??as no leite.

Nas papinhas infantis ou em qualquer outro alimento, pode haver uma perda de algumas vitaminas ou invers??o de sua estrutura qu??mica e molecular, transformando algumas enzimas. O leite materno, quando recolhido e armazenado para ser usado posteriormente, algumas propriedades protetoras podem ser destru??das ou igualmente invertidas quando aquecidas ou preparadas no microondas, como vimos acima, esta invers??o molecular de vitaminas, prote??nas ou enzimas, bem como, em toda sua estrutura se d?? pelo isomerismo estrutural.

A Dra. Lita Lee do Hawai relatou em 9-dezembro-1989 na revista Lancet:

???Alguns alimentos para beb??s, aquecidos em fornos microondas, converteram alguns trans-amino??cidos em cis-isomeros sint??ticos e estes cis-isomeros sint??ticos. Os cis-amino??cidos ou trans-acidos graxos podem n??o ser biologicamente ou n??o serem biologicamente ativos. Ainda, um dos aminoacidos, a l-prolina, foi convertida em d-isomero, que sabemos que ?? neurot??xico (altamente venenoso para o sistema nervoso) e nefrot??xico (venenoso para os rins).

Indiscut??vel dizer o resultado que tais t??xicos podem provocar n??o s?? em beb??s a serem alimentados com alimentos aquecidos ou preparados em microondas, mas, para qualquer um que se utilize o Aparelho, pois, dependendo da formula????o alimentar e de suas cadeias at??micas, minerais e biol??gicas os alimentos originais podem se transformar em subst??ncias completamente diferentes das pr??-aquecidas pelo Aparelho, tornando-se uma verdadeira bomba dentro da c??lula humana.

???O sangue pr??-aquecido com microondas mata o paciente???.

Em 1991, havia um processo judicial em Oklahoma relativo ao uso hospitalar de um forno a microondas para pr??-aquecer o sangue usado em transfus??es. O caso envolveu uma paciente de cirurgia nos quadris, Norma Levitt, que morreu por uma simples transfus??o de sangue. Parece que a enfermeira tinha aquecido o sangue num forno?? microondas. Houve grande repercuss??o com esta trag??dia.

O sangue para transfus??es ?? habitualmente pr??-aquecido, mas, n??o em fornos a microondas. No caso da Sra. Levitt, o pr??-aquecimento num forno microondas alterou completamente a estrutura sangu??nea, muito provavelmente eliminando gl??bulos brancos, hem??ceas, endobiontes, bact??rias, enfim, destruindo esta estrutura que n??o pode ser assimilada pelo organismo da paciente.

?? obvio que esta forma de ???radia????o de calor??? microondico traz algum efeito nas subst??ncias que aquece. ?? tamb??m muito evidente que as pessoas que usam os fornos microondas para fazer seus alimentos, est??o tamb??m engolindo estas ???mol??culas transformadas???. Por nosso corpo ser eletroqu??mico de natureza, qualquer for??a que quebre ou altere o equil??brio eletroqu??mico pode afetar a fisiologia do corpo celular eletr??nico. Isto ??, tamb??m descrito no livro de Robert O. Becker, ???O corpo el??trico???, e no livro de Ellen Sugarman – ???Cuidado, a eletricidade em torno a voc?? pode ser perigosa para a sua sa??de???.

Fatos e evid??ncias cient??ficas

Num estudo comparativo entre alimentos preparados em fornos convencionais com os preparados em fornos a microondas, publicado por Raum e Zeitem 1992, em 3(2): 43, declara:

???Uma hip??tese b??sica da medicina natural afirma que a introdu????o no corpo humano de mol??culas e energias, das quais ele n??o est?? acostumado, traz maior probabilidade de causar o mal que o bem, logo, quando temos mol??culas alteradas por campos de energia eletro eletr??nicas estas podem modificar o comportamento de assimila????o das mesmas???.

Uma demonstra????o clara neste sentido s??o os alimentos contaminados por radia????o nuclear, os seus efeitos s??o transferidos para as c??lulas e estas se contaminam.

Alimentos expostos ?? radia????o microondica cont??m muitas mol??culas de energias que n??o est??o presentes em alimentos cozidos com os m??todos tradicionais, como sempre foi feito desde a descoberta do fogo.

A energia microondica do sol e outros astros s??o baseados na corrente cont??nua. As microondas produzidas artificialmente, incluindo aquela dos fornos, s??o produzidas pela corrente alternada e for??a a revers??o de polaridade bilh??es de vezes ou mais, por segundo, nas mol??culas dos alimentos em que elas batem. A produ????o de mol??culas anormais ?? inevit??vel, a n??vel de uma simples compreens??o comparativa; no forno tradicional ?? como se voc?? colocasse milh??es de mol??culas para serem aquecidas lentamente, gradualmente, com giro sincronizado das mol??culas, onde elas seriam agitadas lentamente, estabelecendo uma ordem de aquecimento, j?? no microondas, todo este processo ?? inexistente, as mol??culas s??o simultaneamente agitadas ?? velocidade da luz.

Naturalmente podemos observar os amino??cidos sofrerem uma mudan??a isom??rica (mudan??as na forma morfol??gica) bem como, a transforma????o na forma t??xica sob o impacto das microondas produzidas nos fornos.

Um estudo de curta dura????o encontrou significantes e distorcidas mudan??as no sangue de indiv??duos consumidores de leite e vegetais preparados em microondas. Oito volunt??rios comeram v??rias combina????es dos mesmos tipos de alimentos, por??m, cozidos por processos diferentes. Todos os alimentos que foram preparados em fornos a microondas provocaram mudan??as no sangue dos volunt??rios. O n??vel da hemoglobina diminuiu e al??m disso, o n??vel dos gl??bulos brancos e o n??vel do colesterol aumentaram. O n??vel de linf??citos tamb??m diminuiu.