O Orgasmo Criativo

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

?? importante entendermos que o acesso ?? energia da cria????o e crea????o ao mesmo tempo s?? ?? poss??vel atrav??s da freq????ncia org??stica…O universo como um todo ?? uma extens??o de harmonia, perfei????o e amor.

N??s somente conseguimos acessar essa poderosa freq????ncia quando colocamos o foco mental de forma que possamos moldar tal energia, de maneira que quando sentimos tal sensa????o ela nos une ao princ??pio, ao prim??rdio, ao Todo. Lamentavelmente tanto em nossa cultura ocidental quanto em algumas culturas orientais esse entendimento ?? desvirtuado e mal compreendido.

Alguns monges por exemplo no Tibet impedem que mulheres menstruadas entrem no templo, pois, elas est??o “sujas”. Como isto pode ser se do sangue ?? o plasma da vida? Em nosso conceito judaico-crist??o, a mulher ?? vista como a respons??vel por toda a sorte de trag??dias que ocorreram com a ra??a humana, est?? impl??cito neste ponto a sexualidade que foi completamente deturpada e por interesses eclesi??sticos o prazer se tornou her??tico, por que isso aconteceu? Em que momento a humanidade exclusivamente patriarcal determinou o celibato como uma forma de evolu????o? Em que momento foi determinado que o prazer era exclusivo entre duas pessoas at?? a morte?

Ao analisarmos essas quest??es percebemos que somos v??timas de uma cren??a que est?? completamente fora do princ??pio humano de evolu????o. N??o ?? poss??vel, por analogia eu sentir prazer por uma ??nica coisa em toda a minha vida ou n??o ?? poss??vel eu manter o foco em uma ??nica coisa por toda a minha vida, pois, se assim fosse n??o existiria evolu????o e estar??amos presos a conceitos medievais como os que condenaram Galileu Galilei ou Giordano Bruno, “cujo qual, ainda n??o obteve a absolvi????o da igreja cat??lica”.

O princ??pio org??stico vem de acordo com a total amplia????o do universo na mente do Todo, ao sentir um orgasmo voc?? pode sentir o mesmo prazer da cria????o de uma constela????o, da cria????o de gal??xias, da constru????o de Universos, pois, esta ?? a energia que move o Universo e quando a descobrimos e a encaramos com seriedade, com o que ela pode realmente proporcionar para o seu auto universo, para as pessoas que te cercam e para os universos sem fim voc?? entender?? que esta freq????ncia ?? muito poderosa. Poder manuse??-la tamb??m exige maturidade, pois, esta ?? uma energia que em sua ess??ncia, n??o ?? minha, n??o ?? sua e n??o ?? de ningu??m, ela ?? do Todo, voc?? apenas a conduz, por isso, ?? necess??rio entender que n??s podemos direciona-la para onde entendermos que seja necess??rio, sem culpa, sem sentir-se culpada se eventualmente voc??, para conduzi-la, frequencializar um outro ser.

Esse campo de freq????ncia est?? al??m dos controles humanos e eles s??o muito mais receptivos quando voc?? encontra seres que s??o bio-id??nticos (ser de freq????ncia id??ntica), seja seu parceiro ou n??o, as freq????ncias com os seres bio-id??nticos em conex??o sutil e at?? f??sica podem proporcionar o encontro e polaridades que quando direcionadas com consci??ncia podem se tornar um d??namo gerador de potentes energias que permitem um encontro para a quarta dimens??o. As freq????ncias neutr??nicas liberadas atrav??s dos spins de todas as mol??culas dos bio-id??nticos quando atingem o orgasmo geram um campo de energia com poder de abrir verdadeiros portais interdimensionais, tais estudos eram j?? difundidos amplamente na Sum??ria pela Deusa Inanna “Deusa do Amor” – o seu nome, tamb??m em acadiano, era Ishitar. Podemos encontrar um vasto estudo sobre isto na Internet em sites como o da pesquisadora Chris Griscom.

Esses estudos demonstravam atrav??s de algumas descobertas em placas cer??micas sum??rias como eram realizadas. Existe um livro que eu indico que seria de importante conhecimento que se chama “O retorno de Inanna” da autora Susan V. Ferguson. Voc?? poder?? ter uma id??ia melhor do que eu digo. Tais t??cnicas utilizadas h?? milhares de anos e destru??das por interesses patriarcais visavam centenas de procedimentos com energias criativas org??sticas, entre todas elas uma das principais era a ativa????o do DNA atrav??s do orgasmo visando uma ampla evolu????o do ser ao permitir que determinados genes que estavam desativados pudessem ser ligados novamente atrav??s da ponte de hidrog??nio. Existe uma tecnologia para isso que eu passo em meus cursos de Sexualidade Qu??ntica.

Com estas tecnologias os genes podem ser sutilmente ativados e n??veis de consci??ncia cada vez maiores podem ser alcan??ados. Realmente todos estes conceitos est??o ?? frente do Tantra Ioga, embora, o Tantra seja a salva????o da sexualidade do ser humano, dentro da ca??tica vis??o judaico???crist?? por ser a ??nica cren??a que faz um link entre prazer e espiritualidade. Entretanto, essas energias quando geradas atrav??s da Kundalini (sistema do Tantra Ioga) ficam armazenadas apenas em nosso corpo, em nossos centros de energia, n??o existindo um processo para dissipar tais energias, biloc??-las ou mold??-las; mesmo o Tao circunscreveu o uso da energia org??stica ?? t??cnicas extremamente fechadas para monges somente, perpetuando o sistema patriarcal.

O que eu trago para o Planeta ?? realmente inovador, revolucion??rio e n??o pode ser confundido, em hip??tese alguma, com libertinagem ou visto como um processo hippie de libera????o sexual. Os processos org??sticos envolvem diretrizes b??sicas, conhecimento do que se quer e amplitude de entendimento do que ?? energia org??stica e como ela atua independente de sexo, ra??a ou origem, esses s??o os pontos que eu abordo em meu curso onde eu posso notar que existe uma enorme barreira nas pessoas que est??o totalmente condicionadas ao certo e errado, ao pecado, ??s suas formas pensamentos de ju??zes como se a vida fosse apenas uma ??nica exist??ncia nesse breve tempo que aqui estamos. Aprimorar e entender como trabalhar todas estas energias envolve abrir-se aos seus sentimentos mais ??ntimos, a abandonar cren??as e encarar o desfio do novo que ?? milenar (t??o antigo como a nossa pr??pria cria????o) e entender que somos parte de in??meros universos dimensionais, interdimensionais ou extradimensionais sem divis??es ser?? o grande objetivo de todo ser humano ?? partir de nosso atual est??gio evolutivo, entender que o meu orgasmo solo ou somado, seja com o meu bio-id??ntioco ou n??o, poder?? ser transmitido para milhares de pessoas e nessa explos??o geramos ondas que o pr??prio Universo sente e quem sabe quantos Universos poder??o capta-los tamb??m.

Acreditar que estas freq????ncias s??o apenas genitais ou que n??o mais precisamos delas ?? inf??ncia c??smica, tentar compreender como elas atuam ?? a verdadeira evolu????o dos seres espaciais que somos.

Cosmo Rtc

10/12/2003